top of page
  • Spotify ícone social
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • Foto do escritorDennis Souza

MEIA-DÚZIA DE SAPOS: Cris Peter e Gustavo Borges lançam nova HQ na CCXP 2018

“A vida de uma família em um distante planeta, enquanto sobrevivem a uma crise intergaláctica. ”

Sinopse

Meia Dúzia de Sapos é uma narrativa longa, dividida em capítulos, que contará a vida de uma família que vive em um distante planeta, enquanto sobrevivem a uma crise intergaláctica. Personagens de diferentes raças se unem nessa saga que traz a dupla criativa responsável por Pétalas, Cris Peter e Gustavo Borges, volta com frescor e audácia de novas ideias e histórias para serem contadas.

Autores

A dupla criativa responsável por Pétalas, Cris Peter e Gustavo Borges, volta em Meia-Dúzia de Sapos com frescor e audácia de novas ideias e histórias para serem contadas.

Depoimento

Já tenho maturado esse grande conto na minha cabeça há um tempo, percebo que aqui é o ponto de convergência artístico dos trabalhos que tenho realizado durante esses primeiros cinco anos produzindo histórias em quadrinhos. Pela primeira vez, sinto a necessidade de não me prender em oitenta, cem páginas para contar uma história. Quero ir além. Como autor, preciso crescer e melhorar minha narrativa. Sempre gostei de um bom desafio, fazer Meia-Dúzia de Sapos será empolgante

Gustavo Borges, Autor de Quadrinhos

Ação na CCXP18: BRINDES!

Para divulgar o projeto, foram feitos dois brindes, um pôster A3 do teaser 1 e um postal com acabamento holográfico do teaser 2, todo mundo que passar pela mesa de ambos no evento pode pegar, apenas precisa cumprir um leve desafio, para formalizar a brincadeira, que é curtir as páginas @6sapos, @coloristdiaries e @gustavoborgesart e apresentar como comprovante! Os artistas estarão presente de 5 a 9 de dezembro, no Artist Alley. Cris na mesa C39 e 40, e Gustavo na C44 e 43.

Previsão de lançamento do projeto

  1. Mais informações em breve.

Instagram do projeto

Biografia Autores

Cristiane D. Peter, natural de Porto Alegre, possui sua empresa que presta serviços de colorização digital de histórias em quadrinhos para editoras norte-americanas como Marvel, DC Comics, Image e Dark Horse, entre outras. Formada em Publicidade e Propaganda pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul e pós graduada em Comunicação e Marketing Estratégico no Senac-RS. Tem 15 anos de experiência no ramo de colorização digital. Vencedora do prêmio HQMix de melhor colorista nacional por três anos seguidos (2016, 2017 e 2018). Já trabalhou em títulos como “Superman/Batman”, “Batgirl”, “All Star Batman”, “We Are Robin” (DC Comics), “Astonishing X-Men”, “Fantastic Four”, “Future Foundation”, “Captain America & Namor”, “Deadpool vs Gambit” (Marvel Comics) e foi indicada ao prêmio Eisner em 2012 por seu trabalho no título “Casanova”, escrito pelo americano Matt Fraction e desenhado pelos gêmeos brasileiros Fábio Moon e Gabriel Bá. Seu trabalho de colorização também pode ser visto nas Graphic MSP publicada pela Maurício de Souza Produções e Panini: “Astronauta – Magnetar”, “Astronauta – Singularidade”, “Astronauta – Assimetria” e “Astronauta – Entropia”, com arte e roteiro de Danilo Beyruth, editada por Sidney Gusman, em Pétalas, com roteiro e arte de Gustavo Borges, lançado pelo Catarse e Marsupial Editora e também é autora do livro “O Uso das Cores”, e da história em quadrinhos independente “Patas Sujas”. Atualmente continua escrevendo e ilustrando projetos próprios enquanto ainda trabalha como colorista para editoras estrangeiras.

Gustavo Borges nasceu em 1995, em Porto Alegre/RS. É autor de quadrinhos, ilustrador e estudante de design gráfico. Começou produzindo uma série de tiras para internet: “A Entediante Vida de Morte Crens”, que resultou na sua estreia no mercado editorial em 2013, com um álbum independente compilando esse material. No ano seguinte, em parceria com Giovane Mello, lançou “Edgar”, que ganhou o Troféu HQ Mix de melhor publicação independente. Seu trabalho seguinte foi “Pétalas”, com cores de Cris Peter, cujo projeto atingiu mais de 1000% da meta de sua campanha de financiamento coletivo na plataforma Catarse. Mais tarde, o álbum foi lançado pelas editoras Tambor e Marsupial, em bancas e livrarias, respectivamente. No ano de 2016, lançou – de forma independente – o segundo volume de “A Entediante Vida de Morte Crens”. Também participou do livro “Memórias do Mauricio” (Panini), em comemoração aos 80 anos do pai da Turma da Mônica, com a história “Você já comeu içá?”. Em 2017, desenhou “Escolhas” (escrito por Felipe Cagno e com cores de Cris Peter) e “Até o fim” (com roteiro de Eric Peleias e cores de Michel Ramalho). Ambos saíram pelo selo Geektopia, da Novo Século. Além disso, estreou no mercado americano, na coletânea “The Amazing World of Gumball 2017 – Grab Bag Special”, da Boom Studios. Mesmo com uma carreira ainda curta, já foi publicado no exterior. “Pétalas” saiu na França, Polônia, Estados Unidos e Portugal – onde também foi lançado o primeiro volume de “A Entediante Vida de Morte Crens”. Em 2018, lançou, a convite da Mauricio de Sousa Produções dentro do selo editorial Graphic MSP, “Cebolinha – Recuperação”, publicado pela Panini. Presença constante em eventos em todo o Brasil, palestrando e autografando seus materiais, Gustavo Borges ainda colabora com o Dínamo Estúdio, escola de quadrinhos de Porto Alegre, ministrando cursos e workshops de curta duração.

1 visualização0 comentário

Comments


Design sem nome (63).png
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon
bottom of page