• Spotify ícone social
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • Dennis Souza

Crítica | Homem-Formiga e a Vespa

Se a gente tinha dúvidas sobre existir ou não vida pós Vingadores: Guerra Infinita, a estreia de Homem-Formiga e a Vespa vem para mostrar que, apesar de todos os acontecimentos trágicos, o MCU deve sim continuar. Mas a verdadeira questão é: continuar para onde?

O segundo filme solo do super-herói começa dentro do limbo entre Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita. Os dois anos que se passaram entre isso e que a gente não tem a menor ideia do que acontece. Agora, sabemos.

Hope Van Dyne e Hank Pym procuram uma forma de recriar o portal para o reino quântico por acreditar que Jane Van Dyne possa ainda estar viva e presa lá dentro, por conta da experiência de Scott Lange no primeiro filme da franquia.

Apesar do clima entre os personagens não ter terminado da melhor forma, o grupo se une novamente, muito contra a vontade de alguns, para explorar o reino quântico e descobrir a verdade sobre Janet.

Homem-Formiga e a Vespa segue o ritmo do primeiro, cheio de piadas e alívios cômicos, mas trazendo também momentos emotivos e dramáticos, principalmente quando se fala de família. Explorando tanto a família Van Dyne quanto a relação de Scott com sua filha Cassie, isso garante ao filme momentos muito bonitos e uma profundidade emocional que não estamos acostumados a ver em filmes de super-heróis.

A família tem uma participação importante em trazer esses heróis para mais perto da realidade, tendo que lidar com grandes consequências quando escolhem manter seus poderes. Apesar de clichê nos quadrinhos, a discussão ainda não tinha sido tão abordada dentro do MCU.

Seguindo a risca a formulinha do primeiro filme, Homem-Formiga e a Vespa ganha pontos ao introduzir uma super-heroína para dentro do universo Marvel, que trabalha bem sozinha e em equipe e que tem uma boa química com o Homem-Formiga.

Onde o filme peca é na falta de ligação com Guerra Infinita, talvez muito mais pelo momento de lançamento do filme, o primeiro depois do grandioso Vingadores 3, do que por algum problema dentro do filme. Isso não chega a ser um problema, mas poderia sim ter sido melhor trabalhado durante as duas horas do longa.

Homem- Formiga 2 funciona, mas talvez tenha tido um timing um pouco infeliz. É um filme despretensioso, que não se leva a sério e entrega exatamente o que promete, com personagens interessantes e até mesmo um bom gancho para os próximos acontecimentos do MCU. Ele agrada de uma forma geral, sendo um filme leve e divertido, que lembra a época inicial desses dez anos de Marvel no cinema.


Homem-Formiga e a Vespa chega no dia 05 de julho em todo o Brasil.

#Marvel #Vespa #HankPym #ScottLange #homemformiga #HopeVanDyne

0 visualização0 comentário
Design sem nome (63).png
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon