• Spotify ícone social
  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram
  • Dennis Souza

Apostas e Predileções para o Oscar 2020

Estamos nos aproximando do Oscar, a maior premiação do cinema mundial que celebra em 2020 sua 92ª edição. O tradicional prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas será realizado neste domingo, 9 de fevereiro, no Teatro Dolby em Los Angeles, Califórnia e já tem como certa a presença dos maiores astros e estrelas de Hollywood representando os filmes que se destacaram durante o último ano na corrida pela cobiçada estatueta dourada.

Como já é de costume nessa época do ano, está rolando a temporada de apostas e especulações sobre os possíveis vencedores das diversas categorias do Oscar 2020. E já que cinema é um dos meus maiores prazeres da vida, que tal conversarmos sobre algumas categorias da premiação, os favoritos a levarem os troféus e as minhas preferências entre os indicados?

MELHOR FILME

Minha aposta: Era uma Vez em… Hollywood

Meu voto: O Irlandês

A categoria de melhor filme é, possivelmente, a mais complexa de ser prevista, principalmente após a mudança no sistema de votação em 2012 que deixou de premiar os filmes favoritos em maioria simples e passou a dar preferência aos filmes que não se destacam muito, mas que sempre figuram entre os melhores. Em termos gerais, é possível dizer que “1917” seja o favorito da maioria, principalmente por sua complexidade técnica, algo que Hollywood costuma enaltecer. No entanto, ele não deve ter forças para conseguir os mais de 50% dos votos necessários para vencer por maioria simples, o que implicaria no início do processo eliminatório que descarta os menos votados entre os indicados e distribui seus votos aos outros concorrentes por ordem de preferência de cada votante individualmente. É nesse sistema que “Era uma Vez em Hollywood” deve se destacar e “roubar” boa parte dos votos de filmes menos competitivos, como “Ford V Ferrari” e “Jojo Rabbit”. O filme de Tarantino apresenta o recorte de um período muito marcante para Hollywood, e considerando o perfil dos votantes da Academia – em sua maioria homens idosos – “Era uma Vez em Hollywood” tem tudo para agradar os “dinossauros” da indústria cinematográfica.

Já “O Irlandês” é o meu queridinho desse ano. O filme de Scorsese é um novo marco para os filmes de máfia que atingem seu ápice com uma história madura, com grandes atuações de astros que marcaram gerações e que encerram seu ciclo em grande estilo em um filme produzido com esmero por um diretor revolucionário. Infelizmente “O Irlandês” não tem mostrado um bom desempenho nas premiações em que participou, sendo taxado como “o esnobado da temporada”. Aparentemente o fator Netflix tem sido um peso para alguns candidatos e deve frear qualquer possibilidade do filme de Scorsese receber o maior prêmio da noite.

MELHOR DIRETOR

Minha aposta: Sam Mendes

Meu voto: Bong Joon-Ho

O favoritismo de Sam Mendes para o posto de melhor diretor não é segredo pra ninguém. O britânico vem de uma sequência insuperável acumulando o Globo de Ouro, o BAFTA, o Critics Choice e o Directors Guild Awards em sua prateleira. É bastante provável que Sam adicione o Oscar a sua coleção, e merecidamente. “1917” é um excelente filme que teve seu diretor como a peça fundamental para composição narrativa e técnica. Bem diferente de Todd Phillips que se baseou em trabalhos já consagrados de diretores como Scorsese para construir “Coringa”, e que, por efeito, torna inexplicável sua indicação a melhor diretor. Mais bem aproveitado seria a indicação de Greta Gerwig, não só pela ausência de representatividade da categoria, mas principalmente por seu competentíssimo trabalho na adaptação de “Little Women”.

O nome de Bong Joon-Ho pode representar esperança na competição pra quem sonha com o fim da hegemonia de Sam Mendes. O diretor sul-coreano conquistou alguns prêmios da crítica especializada e até chegou a dividir com Sam Mendes o troféu de melhor diretor no Critics Choice Awards. Seu filme, o celebrado “Parasite”, é um dos mais originais da temporada com uma forte assinatura de seu estilo de condução dramática, o que o torna meu favorito para a conquista da categoria. Joon-Ho vem conseguindo feitos históricos em nome do cinema sul-coreano nos últimos anos e o amadurecimento do seu reconhecimento em nível mundial está aproximando o diretor cada vez mais da estatueta dourada. Se não agora, quem sabe em breve.

MELHOR ATRIZ

Minha aposta: Renée Zellweger

Meu voto: Scarlett Johansson

O Oscar ama premiar filmes biográficos nas categorias de atuação, principalmente se as interpretações se aproximarem da fisicalidade das personalidades originais. Nessa temporada é preciso reconhecer que Renée Zellweger se aproximou muito da perfeição ao representar Judy Garland em sua cinebiografia. “Judy” é um filme que só existe pelo magistral trabalho de Renée e é completamente compreensível seu favoritismo até aqui, mas se há alguém que pode ameaçar a vitória de Renée no Oscar, essa pessoa é Scarlett Johansson. Em 2019, Johansson fez um trabalho fora da curva em “Histórias de um Casamento”. Sua atuação complexa e repleta de nuances é, sem dúvidas, um dos destaques dessa temporada e, se não fosse pelo simbolismo da figura de Judy Garland, Scarlett sem dúvidas figuraria como favorita na disputa.

MELHOR ATOR

Minha aposta: Joaquin Phoenix

Meu voto: Joaquin Phoenix

Pois é, não dá para não entregar esse Oscar a Joaquin Phoenix. Qualquer outro cenário seria de uma injustiça tremenda, digna de reparação histórica. Não que não haja possibilidades de Joaquin ficar sem sua estatueta, afinal, do que se trata o Oscar, senão sobre injustiça?

O único que pode ameaçar minimamente Phoenix na disputa é Adam Driver. O ator fez o melhor papel de sua carreira em “Histórias de um Casamento”, mas ainda tem muita lenha pra queimar até conquistar seu primeiro Oscar. Vai vir, mas contra Joaquin seria um erro daqueles que só o Oscar poderia cometer.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE

Minha aposta: Laura Dern

Meu voto: Florence Pugh

Ok, Laura Dern merece o mundo. A atriz vem emplacando uma sequência incrível de atuações em alto nível e sem falhas nos últimos anos. Seu papel em “Histórias de um Casamento” pode até se assemelhar com outros de sua carreira, como Renata Klein de Big Little Lies, mas é incontestável que Laura realiza seus trabalhos com maestria. Mesmo assim, acredito que boa parte da força da interpretação da atriz no filme de Noah Baumbach se deve ao excelente roteiro do diretor que fornece cenas memoráveis para, simplesmente, fazer Laura Dern brilhar novamente.

Minha torcida vai para Florence Pugh. A jovem britânica está apenas iniciando sua carreira, mas em “Little Women”, Florence já mostra a que veio com uma belíssima interpretação de uma importante personagem da literatura de língua inglesa.

MELHOR ATOR COAJUVANTE

Minha aposta: Brad Pitt

Meu voto: Joe Pesci

Brad Pitt vem ganhando tudo por seu papel em “Era uma Vez em… Hollywood”. O ator já levantou o Globo de Ouro, BAFTA, SAG, Critics, e diversos prêmios da crítica só esse ano. Parece que dessa vez não há escapatória e Pitt deve levar seu primeiro Oscar como ator após 31 anos de carreira. Seu trabalho no nono filme de Tarantino é digno de méritos, sem dúvidas, mas na categoria com os nomes mais fortes dessa edição, a minha predileção é pelo nome de Joe Pesci que voltou de sua aposentadoria para interpretar o comedido mafioso Russel Buffalino em “O Irlandês”. Pesci só aceitou fazer o papel no filme de Scorsese após mais de 40 convites do diretor e não decepcionou nem um pouco. O baixinho é sem dúvida um dos grandes destaques dessa temporada e merece muito ser reconhecido após tantos anos de serviços prestados ao cinema.

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO

Minha aposta: Jojo Rabbit

Meu voto: Little Women

Jojo Rabbit é muito divertido e sua história é um verdadeiro achado. Baseado no livro “O Céu Que Nos Oprime”, da autora neozelandesa Christine Leunens, o longa chega como favorito ao posto de melhor roteiro adaptado. O filme de Taika Waititi conquistou o BAFTA na mesma categoria e é a preferência de muita gente pela conquista do Oscar também.

Meu favorito a estatueta é “Little Women”, baseado no clássico de mesmo nome da autora Louisa May Alcott, lançado em 1861. A história, que já ganhou outras adaptações cinematográficas no passado, chega a sua melhor versão nas mãos de Greta Gerwig, que a torna relevante para os dias atuais, além de fazer um grande trabalho ao abandonar o formato de narrativa linear do material original.

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL

Minha aposta: Era uma Vez em… Hollywood

Meu voto: Parasita

Hollywood ama filmes que falam sobre… Hollywood! E ama ainda mais os diálogo de Tarantino. Por isso “Era uma Vez em Hollywood” tem tudo pra levar o Oscar de Melhor Roteiro Original esse ano. O filme, como sempre, segue os padrões de Quentin de escrita, além de fazer justiça com uma história bastante popular entre os americanos. Sua maior ameaça, ironicamente, é o estrangeiro “Parasita”. O longa de Bong Joon-Ho é meu favorito nessa categoria por sua originalidade, relevância do discurso e por sua personalidade singular entre os indicados.

MELHOR ANIMAÇÃO

Minha aposta: Klaus

Meu voto: I Lost my Body

Prever o vencedor da categoria de melhor animação no Oscar 2020 é um grande desafio. Cada um dos competidores indicados tem méritos diferentes na disputa. Por histórico, talvez “Toy Story 4” tenha alguma vantagem, já que o Oscar sempre teve preferência por filmes Disney/Pixar. Sua desvantagem, no entanto, está no fato de ser uma continuação de uma franquia sem fim (Há uma certa resistência da Academia em eleger continuações como melhores filmes). Mais interessante seria a conquista de “Klaus”, um Original Netflix com grandes méritos por sua técnica e narrativa, fora a popularidade já alcançada pela distribuição no serviço de streaming. “Klaus” já levantou o Annie Awards, a maior premiação das animações, e chega com chances boas na disputa.

Correndo por fora, “Missing Link” aparece como um possível azarão com grandes possibilidades. O longa do estúdio Laika chegou a vencer o Globo de Ouro em janeiro. Ainda assim, parece improvável sua vitória, já que o Oscar também não costuma eleger filmes que utilizam a técnica de stop-motion, com exceção do divertidíssimo “Wallace e Gromit” em 2006. Já meu favorito é o francês “I Lost My Body”, uma história muito original e tocante com chances quase nulas na disputa.

OUTRAS CATEGORIAS

MELHOR FILME ESTRANGUEIRO

Minha aposta: Parasita

Meu voto: Parasita

MELHOR FOTOGRAFIA

Minha aposta: 1917

Meu voto: O Farol

MELHOR FIGURINO

Minha aposta: Coringa

Meu voto: Coringa

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL

Minha aposta: Adoráveis Mulheres

Meu voto: Jojo Rabbit

MELHORES EFEITOS VISUAIS

Minha aposta: Vingadores: Ultimato

Meu voto: O Irlandês

MELHOR DOCUMENTÁRIO

Minha aposta: For Sama

Meu voto: Democracia em Vertigem

MELHOR EDIÇÃO

Minha aposta: Ford Vs Ferrari

Meu voto: Jojo Rabbit

MELHOR EDIÇÃO

Minha aposta: Ford Vs Ferrari

Meu voto: Jojo Rabbit

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

Minha aposta: (I’m Gonna) Love Me Again, por Rocketman

Meu voto: (I’m Gonna) Love Me Again, por Rocketman

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO

Minha aposta: Era Uma Vez em… Hollywood

Meu voto: Era Uma Vez em… Hollywood

MELHOR MIXAGEM DE SOM

Minha aposta: Ford Vs Ferrari

Meu voto: Ford Vs Ferrari

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Minha aposta: 1917

Meu voto: 1917

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO

Minha aposta: O Escândalo

Meu voto: Judy – Muito Além do Arco-Íris

MELHOR CURTA-METRAGEM

Minha aposta: Brotherhood

Meu voto: Brotherhood

MELHOR ANIMAÇÃO EM CURTA-METRAGEM

Minha aposta: Hair Love

Meu voto: Memorable

MELHOR DOCUMENTÁRIO EM CURTA-METRAGEM

Minha aposta: Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

Meu voto: Learning to Skateboard in a Warzone (If You’re a Girl)

#FavoritosOscar #Coringa #1917 #Parasite #Scorsese #GretaGerwig #JoePesci #AdoraveisMulheres #FordVsFerrari #tarantino #EraUmaVezemHollywood #Premiações #Oscar2020 #oscar #MargotRobbie #BongJoonHo #Joker #LauraDern #SamMendes #ScarlettJohansson #ApostasOscar #BradPitt #Oirlandes #JoaquinPhoenix #VingadoresUltimato

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Design sem nome (63).png
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon
  • White Instagram Icon